Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Nação valente, ao sul

Odeleite Cabeça do dragão azul

Nação valente, ao sul

Odeleite Cabeça do dragão azul

Hoje não tenho programa. Não é habitual. E não há razão objectiva. Foi concerteza um percalço. Acredito que será ultrapassado. Para já tenho uma consolação. Também a excelentíssima senhora ministra da justiça meteu o mundo judiciário num buraco negro. Processos que não se vêem, nem se sabe quando voltarão a ver-se. Mas foi apenas um percalço. Também envolto numa nebulosa se encontra a eventual fuga de Passos Coelho aos impostos quando era deputado. O mais certo foi ser mais um percalço. E podia ainda trazer à luz do dia o caso obscuro dos submarinos. O percalço da Troika ou do governo que nos saíu na rifa. Percalços e mais percalços.

 

O meu percalço, porém, comparado com estes é questão de lana caprina. Apenas incomoda a minha pessoa na ocupação dos tempos livres. Por isso afigura-se de fácil resolução, se alguma dama ocasionalmente sem programa, responder ao meu repto. É fácil e sem custos. Se por um qual quer Vá lá. Se hoje não tem programa junte-se a mim. Vamos fazer um programa conjunto. Para fazer o quê? Logo se vê. Vamos por aí. Pintamos a manta, a colcha, o banco de jardim e o mais que precisar de pintura.

 

Mais percalço menos percalço não fugiremos aos impostos. Nem nos deixam. Não interviremos na aplicação da justiça. Nem podemos. Não atiraremos nenhum submarino ao fundo, a não ser no jogo da batalha naval. Por isso não hesite nem se atrase. Aproveite a oportunidade. Tenha coragem. Ajude-me a concretizar um programa alternativo. Mas apenas hoje, porque amanhã volto a ter programa. E não se arrependerá.

 

MG