Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Nação valente, ao sul

Odeleite Cabeça do dragão azul

Nação valente, ao sul

Odeleite Cabeça do dragão azul

Formalmente tem a nacionalidade portuguesa. No seu íntimo é um apátrida. Serve quem melhor lhe paga. É assim o Gasparzinho. Integrou um governo dirigido por sacanas sem lei, que traçou como meta de empobrecer os portugueses. Gasparzinho delineou o projecto com todos os detalhes: desvalorizar o valor do trabalho, deslocar o pêndulo da distribuição de rendimentos para os mesmo de sempre, esmiufrar esses privilegiados chamados funcionários públicos, espremer até ao tutano os (...)
02 Jul, 2013

Sobre a cegueira

Não batam mais no ceguinho. Gaspar pagou a factura da sua cegueira ideológiga. Saiu do Governo ressabiado e contrariado. Mas saiu porque nunca viu ou nunca conseguiu ver que a política de austeridade como panaceia para controlar as dividas soberanas teve o efeito contrário. Estas estão cada vez mais descontroladas. Contudo Gaspar não é o único culpado. Com ele está uma vasta panóplia de ideólogos e/ou executores de uma política neoliberal. De entre eles (...)
iiiimagem Sapo Santos Pereira ri das previsões de Gaspar   O  ministro Gaspar  tem página garantida no Guiness. Apostou todo o seu prestígio nas previsões e perdeu. Culpa sua ou do excel nunca acertou uma. E pelo andar da carruagem nunca vai acertar. Nem no Governo o levam a sério. Tanto assim que já substituíram as suas previsões pelas do Borda D'Água. Podem não estar sempre certas mas de quando em vez andam lá perto. Consta que agora todos os ministros trazem um Borda (...)
06 Jun, 2013

Pedro Sem Medo

g1 globo.com   O homem do leme não tem medo. Disse-o ontem, numa reunião de fiéis seguidores. Não tem medo de perder eleições, nem medo dos portugueses e do seu julgamento. Ter medo faz parte da natureza humana e da natureza de todos os animais. O medo baliza comportamentos, refreia atitudes, impõe limites. Um mundo sem limites é o caos total. É a ausência de civilização.   O homem que dirige o barco, ao não ter medo, não tem limites. Bate certo. Não tem limites na (...)
Um "bruxo" de Fafe, foi citado na comunicação social com alguma relevância, a propósito da má época desportiva do Benfica. Disse o técnico de actividades paranormais que alguém lançou feitiçarias sobre o clube da segunda circular. Não sou muito de acreditar em bruxas, mas como dizem nossos hermanos que as "ha, hai". E a prova está na última inconfidência do Gaspar, "não eleito coisíssima nenhuma", ao assumir-se como adepto do SLB. De facto não há desgraça que não (...)
21 Mai, 2013

Interrogações

Porque vai o ministro do Estado e das Finanças de Portugal reunir-se com o ministro Schauble do governo alemão, a propósito do programa de ajustamento? Apesar de não ter sido "eleito coisíssima nenhuma" como disse com veemência, é ministro do governo português ou pau-mandado da Alemanha em Portugal? Interrogações pertinentes e preocupantes.   MG
07 Mar, 2013

Golpe de estado

Quem dirige o governo e o país não é Passos, mas Gaspar. Há muito que ouço comentadores afirmá-lo. Na minha fraca percepção, também sempre me pareceu. Mas quem o afirmou recentemente foi a voz serena e abalizada de António Saraiva, o patrão dos patrões indústria. Para além da credibilidade que merece, António Saraiva, está por dentro dos meandros do poder. A sua palavra é credível.   A ser assim, o Primeiro Ministro efectivo de Portugal é Vítor Gaspar. Se assim é, (...)
25 Fev, 2013

Ó gaspar vai tomar

Ó gaspar vai tomar um drink  num bar e deixa  de nos amedrontar cum multas e previsões. Põe uma gravata pink Disfarça-te de linda lovelace E numa de love e peace vai tomar um jetlink   Ó gaspar vai tomar inteligência na cachola e para de nos pedir esmola  cum facturas. Mete no saco a prepotência Já não estás no estalinismo Deixa-te de tanto cinismo Não mostres tanta demência.   Ó gaspar vai tomar um espumante nos anos e não te armes em ditador cum bufos. Usa essa cara hilariante
Está tornar-se prática corrente brindar os membros do governo com a Grândola Vila Morena. E eles querem retribuir mas não lhes está no ADN. Assim escrevi esta versão, adaptada especificamente para que essa gente possa participar nas cantorias.   S.Bento toca plena para fabricar austeridade Onde o Gaspar é que ordena Sem pingo de sensibilidade   Sem pingo de sensibilidade Esbulha-se o povo sem pena Terra de iniquidade Onde o Gaspar é que ordena   Em cada esquina um sacana Em cada rosto ganância
01 Jan, 2013

Figuras do ano

cogitare.forumenfermagem.org     A figura portuguesa do ano é ,na minha observação, sem dúvida, o "emplastro". Escrevi-o, como premonição,  no inicio do ano que terminou. A realidade comprovou-o. Aqui está a prova, publicada em 3 de Janeiro de 2012. Um ano perdido.   MG   "Ninguém sabe quem é, nem o que faz, nem como vive. Mas quem não o conhece? Que espectador de televisão ainda não lhe passou pela vista aquela figura patusca que se cola aos repórteres televisivos? Com (...)