Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Nação valente, ao sul

Odeleite Cabeça do dragão azul

Nação valente, ao sul

Odeleite Cabeça do dragão azul

A escritora Agustina Bessa Luís usou num dos seus romances que a história é uma ficção controlada. Completamente de acordo. Não é por acaso que a história está constantemente a ser reescrita. Mudam-se os tempos, sucedem-se as correntes historiográficas, alteram-se as ideologias dominantes e mudam as interpretações. Ora se dá mais importância aos heróis, ora se privilegia o papel do colectivo, ora se acentua a vertente política, ora se promove estrutura económica, ora se (...)
A escritora Agustina Bessa Luís usou num dos seus romances que a história é uma ficção controlada. Completamente de acordo. Não é por acaso que a história está constantemente a ser reescrita. Mudam-se os tempos, sucedem-se as correntes historiográficas, alteram-se as ideologias dominantes e mudam as interpretações. Ora se dá mais importância aos heróis, ora se privilegia o papel do colectivo, ora se acentua a vertente política, ora se promove estrutura económica, ora se (...)
18 Fev, 2011

Ser

Correr atrás do passado é como correr atrás do vento, jamais o alcançaremos. Artesãocioso do blogue Origens           Esta frase retirada de um texto de João Gonçalves, numa lúcida reflexão sobre o passado, inspirou-me esta outra: Correr atrás do futuro é ser levado pelo vento, não se sabe para onde nos leva. Talvez por isso não me sinto nem passado nem futuro, sinto-me presente, sinto-me cada instante que conscientemente vivo, consequência do instante que já passou e (...)