Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Nação valente, ao sul

Odeleite Cabeça do dragão azul

Nação valente, ao sul

Odeleite Cabeça do dragão azul

18 Jan, 2012

Pátria

Categoria: poesia   O Porto é um rapaz Lisboa é uma menina Contra ventos e marés Cumpriram a sua sina. Em Coimbra junto às sés Juraram amor eterno Tal como Pedro e Inês   Depois? Depois, nasceu Portugal Menino tão desejado Quanto proscrito e odiado Por Castela e pela  mourama; Mas como cantou Camões Foi além da Taprobana   E cresceu fez-se rapaz Aventureiro e audaz Navegou nas caravelas Por mares desconhecidos; Venceu os Adamastores Conheceu muitos amores (...)
Nasceu em 28 de Abril de 1889 numa modesta casa de Vimieiro. Filho de uma família pobre, estava-lhe destinada uma  carreira eclesiástica. Frequentou o Seminário para estudar Direito. Em 1918 é professor de ciência económica. O golpe militar de 28 de Maio de 1926 catapulta-o para o governo como ministro das Finanças. Em 1932 é nomeado Presidente do Conselho de ministros, cargo que manterá até 1968. Pôs ordem nas contas públicas e governou a nação com mão de ferro durante (...)