Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Nação valente, ao sul

Odeleite Cabeça do dragão azul

Nação valente, ao sul

Odeleite Cabeça do dragão azul

15 Mar, 2015

Ser ou não ser VIP

Dizem que há uma lista VIP de contribuintes. A existir, essa lista significa que, nesse aspecto, todos somos iguais mas alguns são mais iguais que outros. Porque ser VIP enquanto contribuinte permite que a sua ficha se encontra blindada e de acesso inacessível.

Para além de reproduzir, na área dos impostos, uma desigualdade entre cidadãos, que se verifica no posicionamento social, existe para proteger e privilegiar pessoas específicas e os seus interesses. A lista VIP admite que vivemos, aqui e agora, numa sociedade de castas.  Admite o inadmissível numa sociedade democrática. É como se voltássemos a uma organização social abolida pela revolução francesa. Pior, porque não podemos saber quem a compõe.

E como não foi feita para me proteger a mim nem a si, uma vez que nenhum VIP anda por estas bandas, foi feita a favor de quem? E quem a fez ou quem a mandou fazer? Ser ou não ser VIP não é a questão. A questão é saber ou não saber quem é.

MG

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.