Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Nação valente, ao sul

Odeleite Cabeça do dragão azul

Nação valente, ao sul

Odeleite Cabeça do dragão azul

Cara Senhora Sondagem

Desculpe a ousadia de lhe endereçar esta missiva. Sei que aparece de tempos a tempos para mandar uns bitaites sobre vencedores e perdedores de eleições. Mas para além disso nunca a vi. Não sei se é gorda ou magra, alta ou baixa, loura ou morena, feia ou bonita. Não é que isso me interesse, pois não pretendo seduzi-la e muito menos assedia-la. Não me interesso por damas misteriosas e escondidas atrás de malabarismos contabilísticos.

O que leva a escrever-lhe é que desta vez não se limitou  a fazer uma previsões, mas a instalar-se de armas e bagagens, no recato do meu dia a dia. As suas previsões já parecem mais adivinhações feitas quase minuto a minuto de acordo com a posição dos astros. E num povo de supersticiosos haverá muito quem a acredite. Há até que tome a nuvem por juno. E perdoe-me a sinceridade mas sinto-me mesmo assediado e às vezes tentado a deixar-me levar pela maldição das forças astrais. Contudo, digo-lhe que continuo a resistir. Sou o dono do meu destino e do meu voto. E nunca disse à senhora a quem o dou. Por isso o meu voto, como muitos milhões, na sua mão, é mera manipulação. Ouve umas centenas de votantes e torce e retorce à sua vontade. 

Para terminar quero dizer-lhe que já foi mais eficaz. Acho que está a perder qualidades senão a lucidez. E quem sabe se não estará a ficar senil, até porque agora até usa um nome estrangeiro que nem sei pronunciar. Em bom português faço-lhe um grande manguito.

 

http://www.incomunidade.com/v14/imgs/artigos/32_2.jpg

 

 

 

  

 

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.