Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Nação valente, ao sul

Odeleite Cabeça do dragão azul

Nação valente, ao sul

Odeleite Cabeça do dragão azul

Na minha percepção sondagens são previsões. Supostamente científicas mas baseadas em factores aleatórios. A aleatoriedade começa na selecção da amostra, sempre muito pequena em relação ao universo real que pretende representar. Depois, há que considerar que a escolha obedece a critérios, que mesmo tendencialmente objectivos são determinados por quem os aplica, logo objectivamente subjectivos. Para além disso, não podemos excluir propósitos manipuladores.

Na galáxia das sondagens a realidade está refém do mundo de faz de conta. "O PS não descola, PS e PSD estão empatados, o partido mais votado terá menos deputados. E dizem-no com toda a assertividade. "A margem de erro são três por cento". E a partir da sua realidade dominam a discussão pública. Para usar uma expressão popular "fazem o mal e a caramunha".

Vivemos no reino da sondagemolândia. Quando acordamos deste sono, desta espécie de jardim do giroflé, veremos a real realidade. A sondagem verdadeira acontecerá no dia quatro de Outubro. Acabado o seu mundo efémero as sondagens irão a banhos para se prepararem para nova corrida, nova viagem. E aconteça o que acontecer sacudirão a água do capote. Na maior impunidade.

MG

 

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.