Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Nação valente, ao sul

Odeleite Cabeça do dragão azul

Nação valente, ao sul

Odeleite Cabeça do dragão azul

Odisseias.ccom     Romeu e Julieta-happy end    IV   No episódio anterior Romeu com o objectivo de se preparar para conquistar a sua amada, resolveu começar a fazer a sua iniciação sexual com uma boneca insuflável. A experiência não correu bem...    O inspector Marco Shakespeare  estava a dormitar no seu banho diário com sais relaxantes , prática que herdara da costela inglesa da mãe,quando  o telefone tocou -Estou… -Desculpe inspector, fala do piquete (...)
odisseias.com II-continuação   Romeu e Julieta-happy end   No episódio anterior Romeu vive o dilema de lhe faltar uma cara metade. Desesperado resolve consultar uma cartomante que lhe traça um destino radioso e lhe dá alguns conselhos. Não fica totalmente esclarecido e resolve consultar um astrólogo.       Uma menina, mesmo menina, de longas e bem torneadas pernas, descobertas por uma espécie de saia que mal lhe cobria as generosas nádegas abriu-lhe a porta e recebeu-o com (...)
odisseias.com     Romeu e Julieta-Happy end   I   Romeu Cavaco tinha uma vida igual a tantas outras. Vivia num T0 da periferia comprado com crédito bancário e com a ajuda das economias dos pais conseguidas em anos e anos de poupanças em terra alheia. Trabalhava no comércio da capital cumprindo, religiosamente, o horário da nove às sete. O seu parco vencimento não dava para grandes aventuras mas dava para viver dignamente. No seu dia despreocupado sentia contudo a falta de uma (...)
t imagem tvi 24   Como não sou membro de nenhum clube de puritanismo não me escandaliza a existência de bordéis. Existem para concretizar o negócio do sexo tão antigo como a humanidade. Existem para suprir necessidades de mercado no âmbito das relações sexuais. É um local onde alguém vende o que não lhe pertence. Em certo sentido, quando se vende um país a pataco, podemos entrar na área da pornografia política. Nessa perspectiva, Portugal assemelha-se a um bordel. (...)
ADVERTÊNCIA: Esta ficção (condizente ou não com a realidade) não é aconselhável a menores de idade e a pessoas sensíveis. Naquele dia de Junho, dos anos 60 a camioneta da carreira da tarde esgotou a lotação. Ao longo do seu percurso na serra algarvia foi-se enchendo de mancebos que demandavam a sede do concelho, onde no dia seguinte se apresentavam às sortes. Entre eles viajava Aníbal Cavaco, jovem ainda imberbe mas que ia ser sujeito à prova de aptidão para soldado da nação. (...)