Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Nação valente, ao sul

Odeleite Cabeça do dragão azul

Nação valente, ao sul

Odeleite Cabeça do dragão azul

 

Hoje tive um sonho: ( ou terá sido um pesadelo?)

 

Sonhei com dois jovens de cabelo branco ( nos sonhos interessa a cor dos cabelos?) que estavam a assinar um acordo de incidência orçamental, enquanto se divertiam a tirar fotos com o telemóvel.

 

Sonhei com um senhor seco como um cavaco e agreste como uma silva, a debitar palavras incoerentes para um microfone perplexo. ( nos sonhos há coerência?)

 

Sonhei com uma dama loura a gritar numa língua imperceptível, ( os sonhos são perceptíveis?) com dois fedelhos que não paravam de brincar aos orçamentos.

 

Sonhei com um senhor montado nuns sapatos de salto alto made in Portugal (num sonho para que servem os sapatos?) a borboletear à volta da dita dama, voilá, voilá, e não parando de dizer " tá quetinho ou levas no fucinho"

 

Sonhei com uma pessoa magricela e de óculos de aro redondo, sentada a uma mesa a olhar para um copo de absinto, ( para que serve num sonho um copo de absinto?) como quem observa uma bola de cristal repetindo, repetindo:

 

António de Oliveira Salazar
Três nomes em sequência regular...
António é António
Oliveira é uma árvore.
Salazar é só apelido.
Até aí está tudo bem.
O que não faz sentido
É o sentido que isso tudo tem.

 

(Afinal o que vale um sonho?) "Habemos orçamento". Aleluia. Resssuscitou!

 

 

MG

 

 

 

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.