Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Nação valente, ao sul

Odeleite Cabeça do dragão azul

Nação valente, ao sul

Odeleite Cabeça do dragão azul

Os nossos irmãos brasileiros, mas também filhos ,porque fomos nós que os inventámos quando a nossa genialidade não estava condicionada pela tacanhez dos filhos de mulher de vida fácil, costumam usar a expressão "mexer em ninho de marinbondo" como uma acção ousada e perigosa. Foi o que me aconteceu quando aqui abordei a questão dos verdadeiros filhos da puta. Fui mesmo imprudente. Agora já estou a ser penalizado com uma tortura implacável: infernizam-me o dia e roubam-me a noite, sem esquecer que esta não serve só para dormir. Não brincam em serviço. Com patinhas de lã um torturador de grande calibre foi-se introduzido no meu corpo distraido. O filho da puta do constipado há uns dias que não me dá descanso. E ainda se faz acompanhar de três filhas de mulher de mau porte, danadas para chatear. A filha da puta da tosse instalou-se no meu peito e teima em explodir continuamente como uma arma de repetição. Já a febre decidiu que me vai cozer em lume brando.  O termómetro cora de vergonha. Ou melhor corava, porque liberto do mercúrio e assumidamente digital (modernices) nem corar o deixam. Que grande filha da puta! Nascida da mesma mãe a impertinente espectoração bloqueia-me os brônquios, empastela-me as cordas vocais e metaforicamente põe-me uma mordaça na boca. Nada mais, nada menos do que pretende o genuíno filho de mulher perdida. Por isso nem vou às galerias da AR. Mas têm tão grande espectro que arranjaram maneira de me alcançar.

 

A tortura do estafermo pode não ser mortal mas que mói, mói. E é aí que me lembro que nunca devemos falar em vão. Arrependo-me, peço perdão, debito umas ladainhas e digo que não volto a pecar contra filhos de tal linhagem. O que vale é que tenho sempre uns analgésicos de reserva. Sempre minimizam o sofrimento do corpo. Nunca o do espírito. É muito dificil aceitar viver rodeado por filhos de uma donzela desencaminhara com o mais sofisticado armamento. E nós cada vez mais indefesos. Quando o maldito constipado satisfazer a sua vingança, vou remeter-me à minha condição de cidadão inócuo. Na minha boca não vai entrar essa expressão desajustada. Assim pode ser que este e outros filhos da vergonha me esqueçam.

 

MG 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

  

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.