Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Nação valente, ao sul

Odeleite Cabeça do dragão azul

Nação valente, ao sul

Odeleite Cabeça do dragão azul

01 Mar, 2013

A emenda e o soneto

A política de austeridade da Alemanha está a conduzir a Europa para o caos. Depois do ataque à economia dos pequenos países periféricos aplicou a mesma política às grandes economias do sul-Espanha e Itália. Numa tentiva de evitar um humilhante resgate, a Itália, sob a direcção de Mário Monte aplicou uma austeridade mitigada. Evitou, assim, o mal pior, que era ficar sob o domínio da chamada troika, com soberania limitada. Berlusconi, espécie de personagem de opereta, não conseguiu controlar a sua obsessão pelo poder e resolveu provocar eleições antecipadas.

 

O resultado está à vista. O mau soneto que é Monti, acabou por ser sujeito a uma emenda bem pior. A votação dos italianos, em desespero, caiu em  números impensáveis, num partido-cinco estrelas- sem coerência e sem programa viável. Um partido com medidas populistas irrealizáveis e irresponsáveis. Um partido que tem como principal objectivo destruir o "sistema" sem apresentar nada em troca. Acresce, o facto, do partido vencedor, (aliança de esquerda) apesar de ter uma maioria aritmética no Congresso, acabar por estar representado em minoria. Prevê-se uma Itália ingovernável. E das duas uma, ou os medíocres dirigentes europeus, percebem que a situação política na Itália é perigosa para o sistema democrático e põem fim à sua estratégia suicida ou caminhamos para um impasse que pode mergulhar toda a Europa num período negro. Salvadores de todos os matizes já afiam os dentes.

 

A história na sua sabedoria é clara na lição. Quando a uma crise económica fomentada pela ganância se junta instabilidade política a situação começa a ser explosiva. Quem tem um mínimo de memória ainda lembra as ditaduras fascistas e uma guerra que subalternizou a Europa no contexto internacional. A política Europeia não precisa de emendas. Precisa de novos poetas e de novos sonetos. Urgentemente.

 

MG