Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Nação valente, ao sul

Odeleite Cabeça do dragão azul

Nação valente, ao sul

Odeleite Cabeça do dragão azul

23 Jan, 2013

Voltei ao mercado

 

Estou feliz. Hoje voltei ao mercado. Passei ufano por entre bancadas de fruta, deliciei-me com o seu brilho colorido, impregnei-me do seu odor natural. Deambulei pelo corredor do peixe e apaixonei-me por uma chaputa e imaginei-a a bronzear-se num forno para me proporcionar prazer. Deslizei pela face dos talhos e lavei os olhos nas coxas de galinha. Só surgiu um pequeno problema: nada era de graça, tudo tinha um preço. Mas continuei feliz. Estava no mercado.

 

Meti a mão no bolso na procura de algumas moedas que tivessem escapado à voracidade dos impostos e à diminuição dos salários. Mas estavam estranhamente vazios. Apercebi-me então que estavam rotos e que as poucas moedas se haviam escoado pelo buraco da dívida ao crédito para sobreviver. Depois de muito rebuscar lá consegui descobrir alguns cêntimos esquecidos pela sua irrelevância. Contados e recontados deram para comprar uma cenoura. Adeus maçãs reluzentes, adeus chaputa deliciosa, adeus coxas bem torneadas. Saí, embevecido, com uma cenoura. Até posso ser burro mas já tenho a cenoura e estou feliz. Voltei ao mercado.

 

Zé Povinho 

 

Queres  dinheiro para ir ao mercado?

 

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.