Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Nação valente, ao sul

Odeleite Cabeça do dragão azul

Nação valente, ao sul

Odeleite Cabeça do dragão azul

13 Dez, 2012

Ainda viro cowboy

celebscentral.net

Ai que ainda vou regressar às minhas origens rurais e virar cowboy. Isto por causa da modelito (com toda a ternura) Sara Sampaio ter afirmado que "anda à procura de um cowboy". Com aquele corpinho quem não gostaria de ter esse perfil no seu currículo. Confesso que não tenho. Mas, por outro lado, sinto que não posso perder esta oportunidade. Está decidido. Vou contar as minhas economias para ver se chegam para comprar um rancho, pois o crédito já foi chão que deu uvas. Se houver verba para um ranchito, mesmo modesto, não hesito nem um segundo. Depois espero que a Assunção Cristas me dê um subsidiozito para comprar, algumas cabras e sobretudo umas vacas que é o que dá estatuto de cowboy. A seguir vou a uma feira de velharias comprar uns artefactos adequados a saber: jeans, polainas, cinturão, chapéu, e uma pistola nem que seja de pólvora seca, que a que tenho já está um pouco enferrujada. Mas se a massa não chegar para dar corpo ao projecto, não desisto. Tenho em mente outra alternativa: inscrevo-me no farmville do facebook e viro na mesma cowboy embora de faz de conta. Quando está em causa tal aquisição todos os meios são lícitos.

Quando tiver reunido as condições pretendidas apresento a minha candidatura. Ponho um anúncio na página das fofocas do Correio da Manhã  em letras bem visíveis: SARA, CHEGOU O  COWBOY QUE PROCURA E QUE SE QUER. FEIO, DURO, GENEROSO E SEMPRE DISPONÍVEL PARA CAVALGAR TODA A SELA. PROMETE AMÁ-LA TANTO COMO OS SEUS ANIMAIS, ESPECIALMENTE AS SUAS VACAS. Se a bela Sara aceitar, pode-se dar por feliz e acreditar que nasceu com o bum bum virado para a lua. Contudo, não me dou totalmente de barato e faço algumas exigências: como verdadeira mulher de cowboy tem de se aderir aos princípios do métier, começando por tapar adequadamente aquele corpinho para não interferir com a tranquilidade do gado, nem com a paz de espírito necessária a um bom cowboy; ao fim do dia tem de estar disponível para proporcionar um bom descanso ao seu guerreiro pelo que receberá sempre a dobrar. 

Por fim ,a minha esperança é que não apareçam muitos candidatos. Também, tendo em conta, que os cowboys são, regra geral, os bons da fita não vejo assim tantos por aí. Vejo mais bandidos tipo irmãos Dalton, sempre prontos a assaltar tudo o que mexe, com excepção dos bancos. Se por qualquer estranho desígnio não conseguir ser o cowboy da bela modelo, contento-me com o prémio de consolação: trago colada ao meu peito a sua foto. Essa ninguém me a tira. Ah pois não!  

 

Cowboy em construção 

5 comentários

Comentar post