Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Meu caro amigo

por Naçao Valente, em 29.11.11

Carregado por rafanegreiros em 03/09/2007

 

Meu caro amigo vou-lhe agora falar

Chegou minha vez de estar à rasca

E com a Net  já não há tanto mar

E a mensagem  é de graça

 

Aqui na terra estou curtindo futebol

Há muito fado, muito drama e tintol

E ainda temos pra consolo algum sol

 

Mas a verdade é que a coisa aqui está troika

 

Muita paciência para aturar os governantes

Que se elegeram enganando a boa gente

E disfarçamos com um cálice de aguardente

Para aguentar tantos farsantes

 

Meu caro amigo não lhe quero aborrecer

Nem lamentar minhas penas

Desejo só desabafar e  descrever

Umas quantas tristes cenas

 

Aqui na terra eu discuto futebol

E esqueço injúrias bebendo mais um gole

Sempre pacífico, sempre humilde, sempre mole

 

Mas a verdade é que a coisa aqui está troika

 

Muita pachorra pra aguentar tanto ataque

Nos vão tirando tudo o que Deus nos deu

Dão o inferno tendo garantido o céu

Porque isto aqui  está mesmo a saque

 

Meu caro amigo talvez me possa ajudar

A sair desta aflição

Ajude a gente de novo emigrar

E a partir noutra expansão

 

Aqui na terra ainda temos muito sol

Uma bandeira e usamos um cachecol

Pra tristeza esquecer no futebol

 

Mas a verdade é que a coisa aqui está troika

 

Meu caro amigo perdoe meu atrevimento

Em lhe estar a incomodar

mas é que aqui nó temos tanto jumento

Que nem é fácil falar

 

 

A minha gente manda abraços e lembranças

E desejamos não se esqueça

De juntos cravarmos tantas lanças

Até um dia e apareça.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:31


Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.





Comentários recentes



subscrever feeds