Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Nação valente, ao sul

Odeleite Cabeça do dragão azul

Nação valente, ao sul

Odeleite Cabeça do dragão azul

19 Mai, 2011

Sol na eira

 

 

O capitalismo não é um sistema económico justo, mas ainda não apareceu outro para o substituir. Depois de um período em que foi controlado e regulado pelo sistema político, com reflexos na melhoria da justiça social, está neste momento a navegar em roda livre, sem qualquer respeito pelos representantes políticos dos povos eleitos democraticamente.

 

O sistema de economia centralizada que no pós-guerra se instalou, em oposição ao sistema capitalista, nos países ditos comunistas, implodiu por culpa própria, uma vez que não conseguiu responder às expectativas das populações onde se implantou, essencialmente por duas grandes ordens de razões:

Em primeiro lugar, não gerou uma sociedade de bem estar e progresso, com níveis de vida comparáveis com as sociedades capitalistas ocidentais.

Em segundo lugar, criou uma clivagem social entre os detentores do poder e todo o aparelho que o sustentava(boys) e a restante população. Os recursos não foram distribuídos pelos cidadãos, mas desviados para alimentar o Estado e a sua política de expansionismo territorial.

 

O que acho estranho é que os que no Ocidente ainda acreditam neste projecto não sejam capazes de fazer uma reflexão séria sobre a queda do regimes comunistas. O que me espanta é que gostem de beneficiar de todas as mordomias do sistema capitalista onde nasceram e medraram e não queiram arcar com as misérias do mesmo. É como querer sol na eira e água no nabal ou a quadratura do círculo.Com esta prática sectária, contribuem  para o reforço do capitalismo selvagem que nos domina.

 

O regresso da política  à sua função nobre de domínio da sociedade, só é possível com uma vasta união de todas as esquerdas na acção e na constituição de um poder forte que consiga pôr fim à especulação sem regras. Mas enquanto as esquerdas comunistas se mantiveram acantonadas nos seus guetos ideológicos, vivendo das lembranças de um passado falido, são aliados objectivos do ultra liberalismo e dos nacionalismos que podem conduzir a Europa para novos holocaustos.

 

MG

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.