Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]





Comentários recentes

  • Partebilhas

    Gostei deste seu texto.Muito bem observado. Na rea...

  • Naçao Valente

    Que não seja uma roletae que haja muita alegriaum ...

  • poetazarolho

    Vem aí um ano novoVelho já no conteúdoPara ilusão ...

  • Kruzes Kanhoto

    Presidente da Republica é um cargo decorativo. Ser...

  • simplesmente avô

    Talvez seja preferível "cem anos de solidão" a cem...





Falsos moralismos

por Naçao Valente, em 17.12.15

Em matéria de futebol, procuro ser imparcial. Tanto quanto é possível não me deixo cegar pela cor clubista. Analiso com distanciamento, com rigor e não justifico derrotas ou vitórias para além do jogo jogado. Sendo sportinguista não me revejo no comportamento e nas atitudes da actual direcção. Tendo-se apresentado como um exemplo de honestidade imaculada e como única portadora de princípios morais, no meio futebolístico, a direcção mostra no dia a dia, que é tal e qual como aqueles que criticam. O presidente Bruno de Carvalho que vinha salvar o futebol das garras da ignominia, é igual a todos os outros. Intriga, insulta, insinua. Quando o clube é beneficiado pelas arbitragens fica mais calado que rato. Quando é prejudicado aqui d´el rei, que fui roubado. Não se pode negar que o Sporting foi esta época beneficiado pelos árbitros nos jogos nacionais. Silêncio. Bastou um erro, admitamos grave, no jogo com o Braga para cair o Carmo e a Trindade. Não haja dúvida. Neste mundo do futebol, e também no meu clube, aplicam-se dois pesos e duas medidas.  Que ao menos se assumam e abandonem falsos moralismos.

MG

Autoria e outros dados (tags, etc)





Comentários recentes

  • Partebilhas

    Gostei deste seu texto.Muito bem observado. Na rea...

  • Naçao Valente

    Que não seja uma roletae que haja muita alegriaum ...

  • poetazarolho

    Vem aí um ano novoVelho já no conteúdoPara ilusão ...

  • Kruzes Kanhoto

    Presidente da Republica é um cargo decorativo. Ser...

  • simplesmente avô

    Talvez seja preferível "cem anos de solidão" a cem...