Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]





Comentários recentes

  • Partebilhas

    Gostei deste seu texto.Muito bem observado. Na rea...

  • Naçao Valente

    Que não seja uma roletae que haja muita alegriaum ...

  • poetazarolho

    Vem aí um ano novoVelho já no conteúdoPara ilusão ...

  • Kruzes Kanhoto

    Presidente da Republica é um cargo decorativo. Ser...

  • simplesmente avô

    Talvez seja preferível "cem anos de solidão" a cem...





Dar e tirar

por Naçao Valente, em 10.02.16

Os autores do colossal aumento de impostos de há quatro anos não têm memória. Ignorando o  processo que retirou rendimentos directamente aos trabalhadores, surgem agora como críticos da aplicação de alguns impostos indirectos, que o actual governo teve de aplicar depois da pressão de Bruxelas, como moeda de troca para aceitar o Orçamento do Estado. Mas a maior manifestação da falta de vergonha, prende-se com a tentativa repllicada pelos seus pontas de lança na comunicação, de que estes impostos indirectos e diversificados, são da mesma natureza e ainda maiores que aqueles com que sobrecarregaram os cidadãos.

Contra a demagogia e a mentira convém lembrar que o aumento do IRS de Vítor Gaspar correspondeu a um saque de 3 mil milhões aos trabalhadores. Ao invés, a diminuição da sobretaxa decidida por este Governo deixa nos bolsos dos contribuintes 430 milhões. Com rigor, com excepçãodo  ISP, os outros impostos são na sua totalidade inferiores à devolução da sobretaxa, e incidem sobre consumos específicos: tabaco, bebidas alcoólicas, compra de carros novos e o crédito ao consumo.

A ideia que a direita pretende passar, a partir de uma abordagem irreal, de que o Governo dá com uma mão e tira com a outra é um enorme embuste. O que acontece é que ao contrário do passado, houve a preocupação de devolver rendimentos a trabalhadores e de diversificar a carga fiscal. Como disse Mário Centeno entre "dar e tirar" e apenas tirar que foi o que fizeram os governantes de má memória, vai uma distância considerável.

MG

 

Autoria e outros dados (tags, etc)





Comentários recentes

  • Partebilhas

    Gostei deste seu texto.Muito bem observado. Na rea...

  • Naçao Valente

    Que não seja uma roletae que haja muita alegriaum ...

  • poetazarolho

    Vem aí um ano novoVelho já no conteúdoPara ilusão ...

  • Kruzes Kanhoto

    Presidente da Republica é um cargo decorativo. Ser...

  • simplesmente avô

    Talvez seja preferível "cem anos de solidão" a cem...