Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]





Comentários recentes

  • Partebilhas

    Gostei deste seu texto.Muito bem observado. Na rea...

  • Naçao Valente

    Que não seja uma roletae que haja muita alegriaum ...

  • poetazarolho

    Vem aí um ano novoVelho já no conteúdoPara ilusão ...

  • Kruzes Kanhoto

    Presidente da Republica é um cargo decorativo. Ser...

  • simplesmente avô

    Talvez seja preferível "cem anos de solidão" a cem...



subscrever feeds



A opinião dos outros

por Naçao Valente, em 29.09.15


Fraude nas contas? Subida do desemprego? Maioria absoluta logo à noite

29 Setembro 2015 às 16:14 por Penélope 14 comentários

Ou muito me engano, ou a Católica, a Intercampus, a RTP e a TVI podem arrumar as botas na segunda feira.

Pergunto-me o que leva estas empresas a jogarem toda a sua credibilidade nas anedóticas sondagens diárias. Será o desespero de quem está por detrás e pensa influenciar assim o voto dos ignorantes e da carneirada ou será o receio ou excesso de zelo do mero funcionário que agarra no telefone? Pode ser. É que incompetência técnica seria triste demais, penso eu. Ânsia de originalidade pode também ser. Mas, senhores, já viram a figura de alguém que leva com uma tarte de natas na cara depois de ter procurado ser original? Pois é. A tarte é figurada, mas olhem aqui uma amostra com imensa piada para quem vos vê…

Pergunto-me também por que razão os jornalistas-papagaios se prestam ao serviço. É que os resultados divulgados são, sob qualquer prisma, inacreditáveis e risíveis. Nem a PàF acredita neles.

Evidentemente, é sempre possível que a maioria dos portugueses tenha sido atingida por um surto da doença de Creutzfeldt-Jakob, estando louca, com o cérebro espongiforme, ou simplesmente cambaleante e atordoada com tanta mentira. Parece que, neste caso, dizem os estudos, passam a considerar as mentiras verdades e a adorar fanaticamente os mentirosos. Um assunto a aprofundar depois.

Para já, uma aposta: depois de descoberta, hoje, a 345.ª fraude do Governo e revelada a subida do desemprego no mês de agosto (repito, agosto), as sondagens desta noite vão dar maioria absoluta à coligação!

Veremos a confirmação da loucura, seja de quem e de que natureza for.

 

Blogue Aspirina B

Autoria e outros dados (tags, etc)

Passos versus Passos

por Naçao Valente, em 28.09.15

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Carta à Senhora Sondagem

por Naçao Valente, em 28.09.15

Cara Senhora Sondagem

Desculpe a ousadia de lhe endereçar esta missiva. Sei que aparece de tempos a tempos para mandar uns bitaites sobre vencedores e perdedores de eleições. Mas para além disso nunca a vi. Não sei se é gorda ou magra, alta ou baixa, loura ou morena, feia ou bonita. Não é que isso me interesse, pois não pretendo seduzi-la e muito menos assedia-la. Não me interesso por damas misteriosas e escondidas atrás de malabarismos contabilísticos.

O que leva a escrever-lhe é que desta vez não se limitou  a fazer uma previsões, mas a instalar-se de armas e bagagens, no recato do meu dia a dia. As suas previsões já parecem mais adivinhações feitas quase minuto a minuto de acordo com a posição dos astros. E num povo de supersticiosos haverá muito quem a acredite. Há até que tome a nuvem por juno. E perdoe-me a sinceridade mas sinto-me mesmo assediado e às vezes tentado a deixar-me levar pela maldição das forças astrais. Contudo, digo-lhe que continuo a resistir. Sou o dono do meu destino e do meu voto. E nunca disse à senhora a quem o dou. Por isso o meu voto, como muitos milhões, na sua mão, é mera manipulação. Ouve umas centenas de votantes e torce e retorce à sua vontade. 

Para terminar quero dizer-lhe que já foi mais eficaz. Acho que está a perder qualidades senão a lucidez. E quem sabe se não estará a ficar senil, até porque agora até usa um nome estrangeiro que nem sei pronunciar. Em bom português faço-lhe um grande manguito.

 

http://www.incomunidade.com/v14/imgs/artigos/32_2.jpg

 

 

 

  

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

A opinião dos outros

por Naçao Valente, em 28.09.15

Declaração de voto

 


Confesso não ter qualquer dúvida quando me dirigir à secção de voto para assinalar uma cruz no quadradinho do Partido Socialista.

Usarei o meu voto como uma arma letal e não como um gadget da moda para entreter o intelecto ou para mostrar um balofo protesto que só proporcionará que Passos Coelho e Paulo Portas continuem, por mais quatro anos, a decidir tudo aquilo que não me serve, nem tolero.

 

Blogue a Barbearia do Senhor Luís

Autoria e outros dados (tags, etc)

O voto real

por Naçao Valente, em 27.09.15

Quem analisar a campanha eleitoral pela informação que passa na comunicação social fica com uma ideia linear: o PS está a fazer uma má campanha e a coligação uma campanha óptima; o António Costa todos os dias comete erros,enquanto a dupla Passos/Portas são de uma proficiência total.

Vamos a factos. O PS apresentou um programa elaborado com rigor, onde estão apresentadas, com rigor, as medidas que vai aplicar. O programa da Páf é uma folha em branco.O programa do PS tem sido escrutinado até à exaustão. Nunca vi questionar a inexistência do programa Páf. O que António Costa diz é analisado o lupa e criticado porque sim e porque não. Passos e Portas mentem todos os dias com todos os dentes e passam incólumes entre os opinion makers.Em suma ser honesto e verdadeiro é defeito, ser mentiroso é virtude.

As sondagens a metro invadem as estações televisivas com actualizações quase ao minuto. Temos um país em constante sondagem. A Páf com uma excepçao vai aparecendo à frente. Com base nesses valores aleatórios discute-se  o real e traçam-se cenários. A realidade está prisioneira da especulação. Mas a verdadeira sondagem faz-se no dia 4 de Outubro. Está nas nossas mãos o voto real. Vamos votar.

MG

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

A berraria e as caneladas

por Naçao Valente, em 27.09.15

 

 

 
Se o PS  ganhar as eleições,  e bastará  que seja o partido mais votado para as ganhar, será um verdadeiro milagre. 
Que a coligação defenda um  governo que empobreceu o país e destruiu a economia, até se compreende. O que se estranha é que partidos que estiveram na oposição nos últimos quatro anos, como o PCP e o Bloco de Esquerda, elejam o PS como alvo principal das suas críticas e não os partidos da coligação.
 
Numas eleições em que se decide se vamos continuar com esta coligação ou mudamos para um governo de esquerda, os ataques do PCP e do BE ao Partido Socialista só beneficiam a direita.

Entre a berraria da direita e as caneladas da extrema-esquerda,  o diabo que escolha.
 
 
Blogue A Forma e o Conteúdo

Autoria e outros dados (tags, etc)

Não há memória?

por Naçao Valente, em 25.09.15

Admita-se: passava pela cabeça de alguém que quem andou quatro anos a cortar pensões escolhesse colocar o assunto no centro da campanha, acusando o PS de o querer fazer? A quem ocorreria que a dupla que se esmerou a cortar a eito apoios sociais já sujeitos a condição de recursos, como o complemento solidário para idosos, denegrisse medidas inscritas no programa do PS que visam certificar que outras ajudas do Estado vão só para quem delas precisa e portanto o dinheiro dos impostos de todos é bem utilizado? (...)

(...) Então, alminhas, Passos e Portas não impuseram em 2014 a "contribuição de sustentabilidade" que cortava definitivamente - de-fi-ni-ti-va-men-te, repita-se - as pensões contributivas acima de mil euros?

A ver se nos entendemos, que anda toda a gente esquecida, distraída ou mesmo doida varrida: se o Tribunal Constitucional não tivesse chumbado a medida, todas as pensões acima dos mil euros estavam com corte definitivo desde o início deste ano. E não apenas essas: Passos e Portas quiseram tirar, com efeito a partir de 2014, 10% a todas as pensões da Caixa Geral de Aposentações acima dos 600 euros ilíquidos. Também para sempre. E ainda tentaram reduzir a partir de 2014 as pensões de sobrevivência - ou seja, as que recebem os sobrevivos de um familiar - desde que o beneficiário tivesse uma pensão própria e a soma das duas ultrapassasse dois mil euros ilíquidos. Estes três cortes definitivos de pensões estariam hoje em vigor caso o TC não os tivesse impedido. (...)

Fernanda Câncio

Autoria e outros dados (tags, etc)

De quem ri Passos?

por Naçao Valente, em 24.09.15

Foste explorado até ao tutano. Foste  aldrabado sem piedade. Empobrecestes. Tens o sinal de saúde com défice de qualidade. Tens a educação com menos professores com turmas maiores. Pagas mais impostos. Recebes menos reforma. Estás no desemprego de longa duração. Vais votar em mim?

Passos Coelho a rir

TANSO

Autoria e outros dados (tags, etc)

Portas & Portas

por Naçao Valente, em 23.09.15

Voltei, voltei

Voltei do irrevogável

Ainda ontem me demiti

E hoje já sou ministeriável

Vale mais vice primeiro

Do que Paulo o ano inteiro

 

Volte, voltei

Voltei da embirração

Ontem traí o governo

E hoje salvei a nação

 

Só eu sei o que sofri

Estando fora do lugar

E ao Senhor (?)tanto pedi

Que me deixasse voltar

 

E agora já estou aqui

E até fui promovido

Só inda não percebi

Quem é que vai ser fodido

 

Voltei, voltei

Voltei sem ir

Ainda ontem me choraram

E hoje sou eu que estou a rir

Vale mais um dia fora

Que um ano sem existir

 

Eu nasci pra ser poder

É o meu dom natural

Nem que doa a quem doer

Nem que lixe Portugal

Autoria e outros dados (tags, etc)

A galáxia das sondagens

por Naçao Valente, em 22.09.15

Na minha percepção sondagens são previsões. Supostamente científicas mas baseadas em factores aleatórios. A aleatoriedade começa na selecção da amostra, sempre muito pequena em relação ao universo real que pretende representar. Depois, há que considerar que a escolha obedece a critérios, que mesmo tendencialmente objectivos são determinados por quem os aplica, logo objectivamente subjectivos. Para além disso, não podemos excluir propósitos manipuladores.

Na galáxia das sondagens a realidade está refém do mundo de faz de conta. "O PS não descola, PS e PSD estão empatados, o partido mais votado terá menos deputados. E dizem-no com toda a assertividade. "A margem de erro são três por cento". E a partir da sua realidade dominam a discussão pública. Para usar uma expressão popular "fazem o mal e a caramunha".

Vivemos no reino da sondagemolândia. Quando acordamos deste sono, desta espécie de jardim do giroflé, veremos a real realidade. A sondagem verdadeira acontecerá no dia quatro de Outubro. Acabado o seu mundo efémero as sondagens irão a banhos para se prepararem para nova corrida, nova viagem. E aconteça o que acontecer sacudirão a água do capote. Na maior impunidade.

MG

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Pág. 1/2





Comentários recentes

  • Partebilhas

    Gostei deste seu texto.Muito bem observado. Na rea...

  • Naçao Valente

    Que não seja uma roletae que haja muita alegriaum ...

  • poetazarolho

    Vem aí um ano novoVelho já no conteúdoPara ilusão ...

  • Kruzes Kanhoto

    Presidente da Republica é um cargo decorativo. Ser...

  • simplesmente avô

    Talvez seja preferível "cem anos de solidão" a cem...



subscrever feeds